O Milagre do Milho

2020-01-27T22:09:36+00:00

Poucas pessoas sabem que o milho é imbatível na sua capacidade de multiplicação, dentre grãos e cereais.  Alguns dados genéricos:  uma espiga de milho típica tem de 500 a 800 grãos, com base no ambiente favorável e nas práticas de produção. O peso médio do grão em 15,5% de umidade é aproximadamente 350 mg, com uma variação de 200 a 430 mg. Um saco comercial de sementes de milho em torno de 20,0 kg  contém aproximadamente 55.000 sementes.

Vamos agora aos fatos, relativos a produtividade do milho em comparação com outros cereais. A produtividade espelha a relação entre a produção e o tamanho da área de plantio; é em geral expressa em sacos (contendo 60 kg cada um),  em kg ou em toneladas, sempre divididos  por 1 hectare (10.000 m2).

No caso do feijão, são necessários 50 kg por hectare para plantio com produção média de 1.800 kg. Para arroz são 200 kg de sementes e produção de 7.380 kg/ha (Rio Grande do Sul).  Já o trigo  requer 130 kg de sementes levando a produção de 2.700 kg por hectares. A soja parte de 70 kg de sementes para chegar a produção de 4.200 kg.

Podemos relacionar o peso das sementes com a produção através de um índice de multiplicação que relaciona a produção por hectare com o peso das sementes plantadas. No feijão, por exemplo, esse índice é de 1.800/50 = 36 vezes.  No arroz  o índice é de 37 vezes, ao passo que na soja o índice chega a 60.

Vamos agora para o caso muito específico do milho. A recomendação de plantio de sementes do tipo variedade é de 20 kg por hectare, com produtividade esperada de 4.000 kg, com índice 200, ou seja, uma capacidade de multiplicação de 200 vezes o peso original das sementes. Esse é só o começo do milagre: caso sejam usadas sementes híbridas, a recomendação de plantio continua na faixa de 20 a  25 kg, mas a produção pode chegar ao dobro da produtividade da variedade, ou até a 10.000 kg. O índice passa, portanto, de 200 para 400 ou 500. O recorde brasileiro de produção de milho atingiu 24.000 kg e, nos Estados Unidos superou 38.000 kg (com 644,5 sacos), levando a um índice de 1.933 vezes.

Quando se trata de segurança alimentar, o milho ocupa sem a menor sombra de dúvida uma posição de absoluto destaque dentre as opções existentes. Viva o milho!

 

Deixar Um Comentário