A Importância da Matéria Orgânica no Solo 3

2019-12-02T22:49:45+00:00

Vamos voltar à importante questão da matéria orgânica em sistemas orgânicos de produção.  Iniciamos com uma pergunta simples: qual a razão da relevância da matéria orgânica para a qualidade do solo, considerando sua participação tão limitada ( de 1 a 5%  da composição total do solo) ?

A resposta vem da impressionante quantidade de características e funções da matéria orgânica. É nos pequenos frascos que se encontram os grandes perfumes.  Sem essas funções, o solo perde rapidamente boa parte de suas qualidades.  Dentre elas merecem menção:

–       Substrato para energia que viabiliza a biota do solo;

–       Depósito e fonte dos principais nutrientes;

–       Importante agente para a troca catiônica;

–       Capacidade de absorção de água mesmo a níveis baixos de umidade;

–       Promoção de agregação do solo, melhorando sua estrutura;

–       Moderador de oscilações de temperatura;

–       Redutor de flutuações no pH do solo;

Em outras palavras, é  na existência de níveis adequados de matéria orgânica que podem ser encontradas as razões principais para um ambiente confortável para operação dos microrganismos. São eles que, ao trabalharem no processo de decomposição dos resíduos vegetais e animais viabilizam a sua transformação nos nutrientes fundamentais ao sucesso da produção ao serem prontamente absorvíveis pelo sistema radicular das plantas.

Além dessa função primordial de mineralização dos nutrientes, a matéria orgânica aumenta substancialmente a capacidade de absorção de água pelo solo, dessa forma reduzindo os riscos de perda de produtividade devido a períodos como veranico.

Em resumo, quando se trata de obter produção sustentada, é difícil, muito difícil exagerar os benefícios decorrentes da matéria orgânica no solo.

 

Deixar Um Comentário